sexta-feira, 7 de agosto de 2015

40 Respostas


Recentemente vi uma lista de perguntas para cristãos que usaram a bandeira arco-íris.
Decidi responder, porque há algumas que são tão manipuladoras e dementes, que merecem ser expostas.


1 Desde quando você acredita que o casamento gay é algo para ser celebrado?
Não acredito nisso, mas acredito que quando as desigualdades se desvanecem, é tempo de alegria. Quando duas pessoa se amam,e constroem uma vida comum, essa comunidade deve ser reconhecida legalmente pelo facto que é. Uma união que deve ter os seus direitos respeitados pelo estado. Apenas isso.

2 Quais versículos da Bíblia te levaram a mudar de ideia?
Todos aqueles quem em que Jesus se comporta de forma diferente dos religiosos da sua época, e em especial a expressão "pelo que", de romanos 1.

3 Como você argumentaria, a partir da Escritura, que a atividade sexual entre duas pessoas do mesmo sexo é uma bênção a ser celebrada?
Eu nunca disse isso, por isso não sei a que se referem. Mas perguntas manipuladoras nem sequer mereciam ser respondidas, porque ao colocarem a pergunta dessa forma implica que quem responde ou concorde, celebre... ora eu celebro a igualdade e a queda do preconceito, não disse que era uma bênção, mas a desigualdade, é garantidamente uma maldição.

4 Quais versos você usaria para mostrar que o casamento entre pessoas do mesmo sexo pode representar adequadamente Cristo e a igreja?
Nenhum, mas se é esse o padrão, então excluam-se TODAS as pessoas divorciadas, porque nenhuma está nos padrões de Deus. E já agora todos os deficientes, canhotos etc. Esqueçam-se que Jesus recebeu oferta de uma prostituta e não tratou com desprezo a mulher samaritana.

5 Você acredita que Jesus não teria problemas com comportamento homossexual consensual entre adultos em um relacionamento comprometido?
Acredito. Jesus só teve problemas com religiosos, nunca com os pecadores. No dia em que homossexuais forem não as vitimas, mas os opressores, então, aí sim, serão parte do problema. No entanto o problema está subjacente ao poder, e seu abuso e não à sua sexualidade.


6 Se sim, por que Ele reafirmou a definição de Gênesis de que o casamento é entre um homem e uma mulher?
Vocês ainda vivem no Éden? A vossa vida não tem cardos e abrolhos? Deus estabeleceu o padrão, mas todos estamos fora dele. Todos padecemos da queda. Quão arrogante pode uma pessoa ser, ao achar que está conforme o propósito de Deus, simplesmente por estar casada heterossexualmente. O ano do jubileu, não é também padrão de Deus? Quantas igrejas se levantam na defesa do oprimido e pelo anuncio do jubileu destes?

7 Quando Jesus falou contra a porneia, quais pecados você acha que ele estava proibindo?Todos, inclusive os de carácter heterossexual. E morreu por todos.

8 Se algum comportamento homossexual é aceitável, como você entende a “mudança” pecaminosa que Paulo destaca em Romanos 1?"Pelo que", o relato de Paulo em Romanos 1, tem duas partes, uma antes do "Pelo que" e outra depois. A anterior explica como se chega ao estado de devassidão afirmado depois do "pelo que". Todos os casos de homossexualidade, não abrangidos antes dessa expressão não podem ser encaixados no texto seguinte. Querem ser literais na bíblia, e são incapazes de perceber uma expressão que implica que B seja resultado de A.

9 Você acredita que passagens como 1 Coríntios 6.9 e Apocalipse 21.8 ensinam que a imoralidade sexual pode te afastar do céu?Não, segundo essas passagens e os seus contextos, TODAS as imoralidades, inclusive as de carácter sexual, nos podem afastar de Deus, por exemplo... a soberba, glutonaria etc etc.

10 A quais pecados sexuais você pensa que essas passagens se referem?Como está escrito, prostituição e idolatria. Que sempre estiveram ligadas uma à outra e não podem ser dissociadas na Bíblia. Hoje não temos idolatria sexual, mas temos muito outro tipo, tão grave como essa, a começar pela idolatria de pastores, denominações etc.

11 Quando você pensa na longa história da igreja e sua reprovação quase universal da atividade homossexual, qual parte da Bíblia você entendeu e Agostinho, Calvino e Lutero não entenderam?
LOLOLOLOLOLOLOL, de todos os argumentos este é de longe o meu favorito. A começar pelo facto de mostrar a vossa ignorância acerca da questão. Mas já agora, se eles são padrão para nós , então devemos todos ser anti-semitas como Lutero, que afirmava que um bom judeu, era um judeu morto, já que eram filhos do diabo, ou então como Calvino, que na primeira oportunidade de teve, matou quem pensava diferente dele, usando o seu poder religioso. Bons exemplos para seguirmos sim senhor. Para não falar nas chacinas que ambos fomentaram contra anabaptistas e no seu casamento com o estado, que em nada é diferente do casamento da igreja católica com o lado opressor. Já agora os calvinistas também acreditam que Maria permaneceu virgem para sempre e que é mãe de Deus, como Agostinho defendia?

12 Quais argumentos você usaria para explicar para os cristãos da África, Ásia e América do Sul que o entendimento deles sobre a homossexualidade é biblicamente incorreto e o seu novo entendimento não é condicionado pela cultura?
Pergunta tipicamente americana de quem se acha o umbigo do mundo e em que todos os que não pensam da mesma maneira que eles estão errados. Pergunta parva. O único argumento a dar a quem quer se chamar cristão é que deve amar. O resto é teologia.

13 Você acredita que Hillary Clinton e Barack Obama, entre outros políticos, foram motivados por arrogância e preconceito quando, por quase todas as suas vidas, até pouco tempo atrás, definiram o casamento como o relacionamento pactual entre um homem e uma mulher?
Sei lá eu o que os democratas pensam. Sei o que todos os políticos pensam. Que sopram para o lado que lhes dá mais votos. O resto é conversa. O mesmo se passa com o republicanos. O que é menos pior, a abertura dos democratas ou o racismo e xenofobia dos republicanos?

14 Você pensa que crianças se sairão melhor com uma mãe e um pai?
Sim, se forem pais e mães em condições. Se forem abusivo mais, vale estar com um casal homo-afectivo, que os amem pelo que são e os façam crescer com auto-estima e amor próprio e pelo próximo.

15 Se não, qual pesquisa você apresentaria para apoiar essa conclusão?

Factos. Estudos realizados por psiquiatras nos últimos 50 anos, provam que não há diferença na educação providenciada por casais, ou pares homo-afectivos.

16 Se sim, a igreja ou o estado tem algum papel em promover ou privilegiar as condições para que as crianças tenham uma mãe e um pai?
Sim, mas em primeiro lugar o estado tem a obrigação de defender os superiores interesses da criança que é ser amada, respeitada e cuidada. Tal não se garante com a exclusiva opção por casais, mas pelo acompanhamento permanente das crianças adoptadas pelo estado, apoiando e garantindo que as crianças efectivamente estão a ter os seus direitos respeitados.

17 O propósito e o fim do casamento apontam para algo maior do que a realização emocional e sexual de um adulto?
NO contexto cristão sim. Acontece que não temos o direito de impor a nossa fé a ninguém.

18 Como você define casamento?
A união entre homem e mulher. Quando ambos se tornam uma só carne. Não quando o padre ou o estado afirmam que estão casados.

19 Você acredita que parentes próximos deveriam poder se casar?
Não, por questões de saúde. Apesar de tal prática ter sido realizada por milhares de anos, em milhares de civilizações por esses séculos fora. Apenas salvaguardado nas zonas em que o factor melquisedeque chegou antes da civilização cristã.

20 O casamento deveria ser limitado a apenas duas pessoas?
Sim, por causa do que isso significa em termos espirituais e em termos de saúde. Dito isto, casos de poli-relacionamentos, devem ser respeitados. No caso particular dos EUA, as seitas quem impõem casamentos a menores de idade devem ser controlados de perto.

21 Com base em quê, se há alguma, você impediria adultos em consentimento, com qualquer grau de parentesco ou em qualquer número, de se casarem?
Em nada, se as pessoas se querem casar (ter relações), não as podemos impedir (adultos em consentimento). Se querem viver em conjunto também não as podemos impedir (adultos em consentimento). Mas podemos amar, e explicar-lhes os problemas inerentes de tal acção. Podemos discordar deles, mas podemos ama-los da mesma forma.

22 Deveria haver um requisito mínimo de idade para se obter uma licença de casamento?
Acho que a chamada Idade da razão e da maioridade estão bem como estão, em Portugal.

23 Igualdade implica que qualquer um que deseje se casar possa ter qualquer tipo de relacionamento definido como casamento?
Não, igualdade não tem a haver com o conceito religioso de casamento. Igualdade tem a haver com o facto de pessoas que vivem em conjunto terem os mesmo direitos que pessoas casadas segundo o conceito religioso. Pessoa que efectivamente vivem em economia familiar, tenham os mesmo direitos independentemente da sua orientação sexual.

24 Se não, por que não?
Já explicado na anterior.

25 Irmãos e irmãs em Cristo que discordam da prática homossexual deveriam poder exercitar suas crenças religiosas sem medo ou punição, retribuição ou coerção?
Sim, claro. Mas o problema é que quando temos empresas abertas, devemos ter o a noção que temos de atender todos os tipos de pessoas. Negar um bolo a um homossexual, por não concordarmos com o estilo de vida dele/a é fazer acepção de pessoas.

26 Você vai defender seu amigo cristão quando seu empregos, seu crédito, sua reputação e sua liberdade forem ameaçados por conta dessa questão?
Ridículo. Novamente, a pancada da perseguição evangélica norte americana. Chega a ser anedótico. Ui, tenham medo, muito medo, se os gays poderem casar, os cristãos deixarão de ter crédito e podem perder emprego. Ridículo. Se se tivessem preocupado em amar, hoje não teriam essa preocupação.

27 Você vai se posicionar contra o bullying e a opressão de todos os tipos, quer seja contra gays e lésbicas ou contra evangélicos e católicos?
Opressão é opressão, seja realizada por cristãos ou por não cristãos. E o que tenho testemunhado são os «cristão» a serem os opressores.

28 Como a igreja evangélica tem falhado frequentemente em levar a sério os divórcios não bíblicos e outros pecados, quais passos você vai tomar para se certificar que os casamentos gays sejam saudáveis e de acordo com os princípios da Escritura?
Mas desde quando é que eu tenho que legislar sobre o relacionamento de duas pessoas. Isto não passa de uma atitude fascizoide, imperialista e em nada relativa ao Reino de Deus. Coisa própria de religião medieval que se aposta em controlar.

29 Casais gays em relacionamentos abertos devem ser sujeitos à disciplina eclesiástica?
Novamente, o conceito fascizoide, de controlo. O  problema é mais uma vez como controlar os membros das congregações, se o coração estivesse em servir pelo amor, isso não seria preocupação, se o coração estivesse em amar e não em ter mega congregações, isso não seria sequer questão.

30 É pecado pessoas LGBT se envolverem em atividades sexuais fora do casamento?
Sim, ser gay não é sinónimo de promiscuidade. Ser promiscuo gay é tão grave quanto ser promiscuo heterossexual.

31 O que as igrejas abertas e inclusivas farão para falar profeticamente contra divórcio, fornicação, pornografia e adultério, quando estes forem descobertos?
Se calhar, a maioria... nada. Mas esse mal não é exclusivo das igrejas abertas, mas de todas. Todas as igrejas, que não vivem na base do amor, padecem desse mal. A pergunta, como de costume, abunda em preconceito e religiosidade. Aponta o dedo para os outros, como se as igrejas deles fossem perfeitas. Tristeza. A nossa mensagem no entanto é a de reconciliação, não a de condenação, mas não espero que os irmãos calvinistas percebam isso.

32 Se “o amor vence”, como você define amor?
Amor é dar-se pelo outro. Morrer pelo próximo.

33 Quais versos você usa para estabelecer essa definição?
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que DEU(-se)...

34 Como a obediência aos mandamentos de Deus molda nosso entendimento de amor?
Amar ao próximo, mas não o respeitar não é amar. Simples.
Amar o próximo é aceita-lo como ele é esperar que ele mude, pelo poder do ES, não pelos meus belos discursos e regras.
Amar mas não o tratar de forma igualitária não é amar.
Amar e criar regras segregacionistas não é amar.

35 Você acredita que é possível amar alguém e discordar de decisões importantes que ela tome?
Completamente. Deus não concordou com o facto de Adão e Eva irem comer a maçã e ainda assim amou-os.

36 Se apoiar o casamento gay é uma mudança para você, mais alguma outra coisa mudou no seu entendimento da fé?
A minha fé não é estática. Quando crescia nos bancos da escola dominical, as mulheres nem a depilação podiam fazer, os pastores não podiam ter segurança social, as cabeleireiras não podiam tomar a ceia, musica rock era do diabo, TV era caixa do inferno e a antena eram os cornos do diabo, não se podia ir à praia para não mostrar o templo do ES etc etc etc. A minha fé vai crescendo, e abdicar de dogmas impostos por religiosos e abraçar a verdade da Graça tem sido maravilhoso.

37 Enquanto evangélico, como o seu apoio ao casamento gay te ajudou a se tornar mais apaixonado pelos distintivos evangélicos tradicionais, como foco no novo nascimento, o sacrifício substitutivo de Cristo na cruz, a confiabilidade total da Bíblia e a necessidade urgente de evangelizar os perdidos?
Nada. Não mudou em nada. Continuo a achar que a palavra é correcta, que Cristo crucificado, antes da fundação do mundo, perdoa todos aqueles que se aproximam dEle etc etc. O que mudou foi precisamente ler a minha bíblia sem os preconceitos religiosos, sendo Jesus a chave para se entender toda a bíblia.

38 Quais igrejas abertas e inclusivas você apontaria como lugares onde pessoas estão sendo convertidas ao Cristianismo ortodoxo, pecadores estão sendo alertados do julgamento e chamados ao arrependimento e missionários estão sendo enviados para plantar igrejas entre os povos não alcançados?
Não sei, mas conheço muitas fechadas que não fazem isso. Ser uma igreja «aberta» não é prova da falta dessas coisas, como ser uma «igreja fechada» é prova da aprovação e rectidão do seu comportamento. Já agora, pena que tantas queiram converter as pessoas ao cristianismo e não a Cristo e ao Seu Evangelho.

39 Você espera estar mais comprometido com a igreja, com Cristo e com as Escritura nos próximos anos?
Sim, mas não com as igrejas institucionalizadas, mas isso já nada tinha a ver com a questão em causa.

40 Quando Paulo exorta “os que tais coisas praticam” e aqueles que “aprovam os que assim procedem”, quais pecados você pensa que ele tinha em mente? »
Todos o que lá estavam escritos, e não apenas os de natureza sexual. Acontece que a minha fé não assenta em coisas que eu faço ou deixo de fazer, mas no sacrifício de Cristo. Mas é curioso mais uma tentativa de colocar medo no coração daqueles que amam e defendem o seu próximo. Isso é coisa de religião. Mas não me espanta que seja isso que têm para oferecer.

---------------
Sei que a minha resposta provavelmente não chegará nunca aos piperianos americanos, mas estou bem com a minha consciência.

Sem comentários:

Publicar um comentário