sexta-feira, 23 de maio de 2014

Do Espirito para mim



José, agarra os sonhos que o eterno em ti gerou;
Aninha-os no ventre da tua mente;
Faz deles oferta, estrelas que iluminem a humanidade;

E não te esqueças que os teus sonhos são estrelas que devem brilhar;
Mas se não fulgirem nas cristalinas e sofridas lágrimas do teu amar;
Jamais serão estrelas que brilham no infinito e eterno firmamento.

Por isso ama, sofre, vence o tormento;
E resplandece como astro de um céu terreno de uma quimera definida;
Sim sê translúcido no meio desta geração perversa e corrompida!

Oh! Resplandece !
Tu sincero e inculpável;
Irrepreensível ser que é prole divina,
Concebido num sangue imaculado,
Vertido pelo maior dos astros por Deus amado:
Cristo Jesus Logos:
O sol da Humana justiça!!


J.P. Maia, reflectindo sobre Fidelidade humana e Fidelidade divina, sobre amigos, sobre lealdade e sobretudo sobre Palavra:


Palavra fiel é esta: que, se morrermos com ele, também com ele viveremos;
Se sofrermos, também com ele reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará;
Se formos infiéis, ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo.
 2 Timóteo 2:11-13  - - - -  
Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efectuar, segundo a sua boa vontade.
Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas;
Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo;

No idos de Março, do ano de 2014...

Sem comentários:

Publicar um comentário